segunda-feira, 6 de Julho de 2009

Síria – do Eufrates ao Mediterrâneo

(23 Agosto - 3 Setembro, 2009)
Viagem acompanhada por Álvaro Figueiredo


A Síria é um país de uma grande diversidade cultural e com uma longa e complexa história, parte do chamado Crescente Fértil onde as origens da agricultura e da vida sedentária se desenvolveram há cerca de 10.000 anos atrás. A sua situação geográfica, entre a costa do Mediterrâneo, a ocidente, e o vale do rio Eufrates, a leste, permitiu aos seus habitantes desenvolverem através dos séculos grandes rotas comerciais entre o Oriente e o mundo mediterrânico, enquanto a partir de cerca de 4.000 a.C., ao longo do vale do Eufrates, na Mesopotâmia, surgem as primeiras cidades e dão-se os primeiros passos no desenvolvimento da escrita. A importância estratégica do país e a prosperidade das suas cidades cedo atraiu outros povos, incluindo Babilónios, Egípcios, Hititas, Assírios, Persas, Greco-Macedónios e Romanos que, sucessivamente, incorporaram a Síria nos seus impérios.

A nossa viagem percorre a diversidade geográfica e cultural da Síria, e convida a mergulhar na história milenar deste país, numa viagem entre o passado e o presente. Da cidade de Damasco, localizada num luxuriante oásis que, segundo a tradição, o Profeta Muhammed comparou a um paraíso na terra, capital de Califado Omíada e deste então um dos grandes centros urbanos do mundo Árabo-Islâmico; à costa mediterrânica, repleta de testemunhos dos antigos Fenícios, ou ainda do período das Cruzadas na forma de imponentes castelos, como Krak des Chevalier; ao vale do rio Orontes no planalto interior com as suas famosas noras e ruínas greco-romanas; à cidade de Aleppo, capital do norte, importante metrópole desde a antiguidade, com seus enormes bazares cobertos, e que foi durante séculos a porta de acesso ao interior, através da rota ancestral – parte da antiga Rota da Seda – que atravessa a estepe na direcção do Eufrates. Ao seguirmos este caminho para oriente, viajamos não só em direcção ao Eufrates e à terra da Mesopotâmia, mas também em direcção ao passado, para o mundo da civilização das primeiras cidades, dos Sumérios e Babilónios. No deserto Sírio-Arábico – onde a cor ocre da terra se prolonga na distância até encontrar o azul intenso do céu – habitado há milénios por tribos de beduínos, com os seus costumes ancestrais; ou no grande oásis de Tadmor, entre as impressionantes ruínas da antiga cidade árabe de Palmyra, cuja rainha Zenobia ousou ameaçar o poder da própria Roma imperial; ou na região do sul do país, conhecida por Hauran ou Jebel Druze, por entre extintos vulcões e planícies de uma abundante fertilidade, vilas e cidades dos Drusos, permeadas de ruínas greco-romanas construídas em basalto, a abundante pedra vulcânica da região.


Este percurso convida também a viver a Síria presente, na sua variada gastronomia, nas suas gentes, nas cidades árabes de Damasco e Aleppo, das Mil e Uma Noites, passeando pelo grande suq (bazar), entre edifícios com séculos de história mas ainda em utilização – como o Hammam (banhos) de Nur ed-Din, em Damasco –; ou ainda nos cafés, entre os aromas exóticos do café e tabaco, aromatizado com maçã ou menta, e o borbulhar do fumo do tabaco no narguileh (cachimbo de água), ouvimos o contador de histórias narrando os épicos de Alexandre ou do famoso herói Antar. É que para os Sírios, a hospitalidade não é apenas uma tradição ancestral mas também um dever sagrado (Á. Figueiredo).


Programa de viagem:



Dia 1 (23.08.2009). LISBOA / DAMASCO - Voo Turkish Airlines, via Istambul, para Damasco. Transfer para o hotel Cham Palace para estadia de 2 noites em Damasco.
Dia 2 (24.08.2009). DAMASCO - Após o pequeno-almoço, visita da cidade de Damasco: o Museu Nacional de Arqueologia, a Tukkiya Suleimaniyya, o Palácio Azem, o Mausoléu de Saladino e a Grande Mesquita Omíada. Almoço em restaurante local. Terminamos a nossa visita com uma vista panorâmica de Damasco de Monte Qassioun. Jantar e alojamento no hotel.
Dia 3 (25.08.2009). – DAMASCO / MAALOULA / CRAC DES CHEVALIERS / AMRIT / LATAKIA Após o pequeno-almoço, visita à vila cristã de Maaloula, situada na encosta do Anti-Líbano; continuação para Krak des Chevalier, a grande fortaleza do período das cruzadas. Almoço em restaurante local. Continuamos em direcção à costa Mediterrânica onde visitamos as ruínas do templo e túmulos Fenícios de Amrit. Estadia de 1 noite e jantar em Lattakia no hotel Côte D'Azur Cham.
Dia 4 (26.08.2009). UGARIT / APHAMEA / ALEPPO - Após o pequeno-almoço, visita às ruínas do tell de Ugarit (Ras Shamra), grande empório comercial da Idade do Bronze. Continuamos para Apamaea para visitar as ruínas Greco-Romanas. Almoço em restaurante local. A caminho de Aleppo teremos oportunidade de observar as famosas noras no rio Orontes. Estadia de 3 noites em Aleppo no hotel Sheraton. Jantar e alojamento.
Dia 5 (27.08.2009). ALEPPO - Após o pequeno-almoço, visita da cidade de Aleppo: o Museu Nacional de Arqueologia, a grande Cidadela de Aleppo, a Grande Mesquita e os enormes bazares cobertos da cidade. Almoço em restaurante local. Regresso ao hotel para jantar e alojamento.
Dia 6 (28.08.2009). – ALEPPO / AIN DARA / SAINT SIMEON / ALEPPO - Após o pequeno-almoço, excursão à região a norte de Aleppo para visitar o tell Hitita de ‘Ain Dara e o mosteiro de S. Simeon. Almoço. Regresso a Aleppo onde terminamos o dia a passear pelos extensos bazares da cidade. Uma visita (opcional) aos Banhos Turcos poderá ser organizada. Regresso ao hotel para jantar e alojamento.
Dia 7 (29.08.2009). – ALEPPO / RASSAFA / HALABIYEH / DEIR EZZOR - Após o pequeno-almoço, partimos de Aleppo em direcção ao vale do rio Eufrates, seguindo a antiga Rota da Seda. Visita a Resafa (Sergiopolis) na estepe Síria e a Halabiya (Zenobia) nas margens do Eufrates. Almoço em restaurante local. Estadia de 1 noite em Deir ez-Zor no hotel Furat Cham. Jantar e alojamento.
Dia 8 (30.08.2009). – DEIR EZZOR / PALMYRA - Após o pequeno-almoço, visita às ruínas romanas de Dura Europos e tell mesopotâmico de Mari. Almoço. Continuamos para o oásis de Palmyra para estadia de 2 noites no hotel Zenobia Palace. Jantar e alojamento.
Dia 9 (31.08.2009). – PALMYRA - Após o pequeno-almoço, visita das ruínas de Palmyra, antiga cidade-estado árabe Pré-Islâmica. A visita inclui, o Templo de Bel, o Templo de Nebo, a Ágora e o Teatro, a Residência de Zenobia, o Tetrapilon, o Campo de Diocleciano. Almoço em restaurante local. Regresso ao hotel para jantar e alojamento.
Dia 10 (01.09.2009). – PALMYRA / DAMASCO - Após o pequeno-almoço, visita ao Vale dos Túmulos, em Palmyra, onde visitamos os túmulos de Yemliko, Elahbel e dos “3 irmãos”; e Museu Monográfico de Palmyra. Almoço. Continuamos para Damasco para estadia de 2 noites no hotel Cham Palace. Passeio pelo Suq Hamidiyya terminando com uma visita (opcional) aos famosos banhos históricos, Hammam Nur ed-Din. Jantar e alojamento.
Dia 11 (02.09.2009). – DAMASCO / BOSRA / SHAHBA / QANAWAT / DAMASCO - Após o pequeno-almoço, excursão a Bosra, antiga Bostra, capital da Província Romana da Arábia, localizada na região de Hauran, no sul do país. Almoço. Durante o percurso visitamos Shahba, antiga Philipopolis, cidade natal do Imperador Filipe, e Qanawat. Regresso a Damasco para jantar e alojamento.
Dia 12 (03.09.2009). – DAMASCO / LISBOA - Em hora a determinar localmente, transfer para o aeroporto de Damasco para formalidades de embarque e saída no voo Turkish Airlines, via Istambul, com destino a Lisboa.